Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vida às fatias

Gostava de escrever um texto inspirador que servisse de meta a este blog... mas não há! É consumir depressa antes que acabe!

Vida às fatias

Seg | 03.12.18

Volta verão, estás perdoado

Fatia Mor

Eu estou doente. 

Depois de acreditar no poder da auto-cura do corpo (se a minha mãe vê isto, mata-me) e não resultar, fui ao médico para sair de lá com uma infecção respiratória! Juro que antes não tinha nada. Foi ali mesmo no consultório que a coisa se deu. Tenho para mim que a enfiaram cá dentro com a máquina de raio-x.

Na sexta, pequena Fatia#2 queixa-se da barriga. Não preciso de explicar o que vem a seguir, certo? 

No sábado à noite já estão todos ranhosos, a tossir. Cada um ressona para seu lado, quando Fatia#3 acorda, cheio de tosse e com uma respiração que parecia um comboio do século XIX a carvão. Ou uma bomba de tirar água. Como preferirem. 

Sai o Fatiasman para o médico, já depois da meia-noite, para voltar com um miúdo recuperado, depois de cortisona e aerossóis. 

Quem se safa "maizómenos" é a Fatia#1 que, do alto dos seus seis anos e enorme experiência nestas viroses manhosas, mostra algum ranho mas vive bem com isso. Lava-se o nariz (bendito nose buddy... ainda não vos falei desse milagre????) e já está!

 

Só falta mesmo o Fatiasman... Põe-te na linha marido, o próximo és tu.

9 comentários

Comentar post