Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vida às fatias

Gostava de escrever um texto inspirador que servisse de meta a este blog... mas não há! É consumir depressa antes que acabe!

Vida às fatias

Qui | 02.11.17

Voar com uma fobia

Fatia Mor

Bom... Depois de tanto sofrimento, consegui o meu objectivo. Cheguei a Estocolmo! 

A exteriorização de como me estava a sentir ajudou-me imenso. E ter dito a meio mundo que ia, também.

Acho que se tivesse guardado para mim a viagem, teria mais probabilidades de desistir. 

A última vez que me vi confrontada com a ideia de entrar num avião foi na altura da lua de mel. Tínhamos decidido que não íamos para lado nenhum mas uns amigos nossos ofereceram-nos umas viagens para a Bélgica, com estadia low cost em casa de malta conhecida. 

Não sei se na altura não tive tempo para me preparar mentalmente, mas simplesmente levei a noite anterior a chorar, a hiperventilar, num ataque de pânico sem fim.

Nem cheguei perto do aeroporto. 

Foi há 6 anos. Tinha voado dois anos antes. Portanto, há 8 anos que não andava de avião! 

 

Ontem consegui dormitar durante a noite e até acordei bem disposta. 

A viagem de comboio até Lisboa foi feita a conversar, o que ajudou imenso a descontrair.

A ansiedade começou a aumentar assim que entrei no aeroporto, mas fui controlando a respiração de maneira a aguentar a ansiedade. 

As minhas querida colegas foram sempre reforçando a minha calma aparente e mostraram-se solidárias com tudo. 

Uns 15 minutos antes do embarque tomei um ansiolítico que eventualmente terá ajudado a manter a calma. 

No momento achei que não tinha feito nada. Mas o mais certo foi não ter permitido que ansiedade subisse e eu me descontrolasse.

O voo são 4 horas, sensivelmente, e fez-se relativamente bem. A terceira hora foi a pior de passar, do ponto de vista psicológico, a segunda foi a pior do ponto de vista da ansiedade devido a uma zona de turbulência.

Agora é aproveitar. O tempo para passeio não vai ser muito, mas vou tentar deixar aqui as impressões gerais deste povo e país. 

 

Obrigada a todos, pelas vossas palavras de incentivo e boa energia! 

9 comentários

Comentar post