Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida às fatias

Gostava de escrever um texto inspirador que servisse de meta a este blog... mas não há! É consumir depressa antes que acabe!

02
Fev18

Então vamos lá arrumar isto

Fatia Mor

Depois do meu repto sobre a necessidade de arrumar este blog, recebi umas boas ideias! (Obrigada F.)

Tenho plena noção de que não tenho tempo para escrever todos os dias. Seria o ideal mas o tempo escasseia. E mesmo tendo a possibilidade de agendar as publicações, reconheço que nem sempre tenho vontade de dar ao dedo à noite, por exemplo.

Mas vou tentar dar lógica, tema, organização às ideias que por aqui passeiam, dando-lhes alguma identidade.

No passado já tentei criar algumas rubricas para os temas sobre os quais vou escrevendo; o resultado foi uma autêntica salganhada de ideias que nascem e morrem mais depressa que as plantas lá em casa. 

Por isso, vamos lá tentar estruturar as coisas.

 

#SomosTodosPaisÀBeiraDeUmAtaqueDeNervos 

Assim mesmo, tudo pegado, numa salganhada só! Somos isso mesmo. Seja porque os nossos filhos nos envergonham, nos tiram do sério, nos dão respostas inesperadas e capazes de levar um santo à loucura. Aqui irei dedicar as histórias mais loucas que me acontecem enquanto mãe ou a nós, enquanto família. 

#QuandoOBoloAzeda 

Ora bem, isto de ser mãe é muito giro mas também tem coisas muito chatas. Nem todos os dias são bons, cheios de açúcar, de amor, de boa vontade. Num mundo em que estamos subjugado à felicidade alheia por meio das redes sociais, que montam uma perspectiva virtualmente impossível de realizar, é preciso falar de tudo o que corre mal, do que é menos bom, dos nossos medos e dos nossos anseio.

#Pérolas

Há coisas que os meus filhos fazem e/ou dizem que são autênticas pérolas de sabedoria. E que merecem ver a luz do dia. É serviço público. E eu faço isso por vocês! 

#Foto'Aventura

(esta é à descarada F., mas obrigada pela ideia) 

Aqui vão ficar todos os avanços, retrocessos, vontades, desta paixão pela fotografia e pelo sonho de construir algo dentro desta área. 

#FatiasMundanas

Porque eu também tenho qualquer coisa (de mais ou menos) jeito para dizer sobre o mundo, sobre a actualidade, ou sobre nada em particular e sobre tudo em geral. 

#IngredientesDaFatiaMor

Quem sou eu? Do que sou feita? Que medos alimento? Que demónios domestico? De onde me vem a fé? As crenças? As loucuras e as inconsistências humanas que habitam em mim. A catarse em forma escrita, na sua essência. 

#AoDomingoDescansou

E se até Deus descansou, eu também tenho direito, certo? Contem com silêncio ao domingo! E novidades à segunda. 

 

E agora, é deitar mãos ao trabalho, que é como quem diz ao teclado, e fazer uma das coisas que mais prazer me dá. Escrever.

 

 

 

30
Jan18

Arrumações

Fatia Mor

Este blog anda meio parado. E a culpa é minha. 

Bom, claro que é minha porque sou eu que o alimento. Mas é minha no sentido de que não consigo trabalhar em sítios desarrumado (bem, quem olhe para a minha secretária, neste momento, talvez duvide do que estou a afirmar).

 

Sinto que tenho perdido um pouco o norte no que vou por aqui publicando. Se, por um lado, este esforço tem sido um reflexo do que é a minha vida, por outro, isto tem-se tornado numa amálgama de ideias que estão, simplesmente, desorganizadas.

 

O problema é que tempo para pensar numa estratégia para isto está em falta. Escasseia abundantemente, passo a ideia paradoxal! 

Obviamente, que estas hesitações me levam logo a perguntar se vale a pena continuar. Eu adoro escrever para mim, tem uma função de catarse, mas a realidade é que ultimamente as ideias surgem-me sempre quando estou em ambientes que não permitem deitar a mão à obra e, quando chega o tempo de por tudo aqui nesta página branca, a inspiração deu à sola e colocou-se a milhas.

E sinto, francamente, que esse problema tem sido demasiado recorrente nos últimos tempos e tema de conversa aqui mais do que eu gostaria.

 

Por isso, está na hora de pensar no destino deste blog. Preciso de arrumar a casa, que é como quem diz, de arrumar as ideias.

Sugestões, ideias, aceitam-se tudo, desde que grátis!

 

A sempre vossa,

FatiaMor

07
Dez17

Dearly, Nenas (um follow friday à quinta, pode ser?)

Fatia Mor

Uma querida amiga minha deu-me a conhecer a história da Inês, ou Nenas, como a própria se intitula.

Numa enorme capacidade de resiliência para lidar com um problema que afecta muitos indivíduos, a Nenas assumiu o compromisso de falar sobre o seu próprio distúrbio e o percurso que fez (e faz) para lidar com ele.

É um projecto que merece ser acompanhado, ainda para mais vindo de uma mente tão jovem e tão promissora: Dearly, Nenas.

 

Fica a sugestão.

 

 

28
Nov17

Nomeada, eu?

Fatia Mor

Qual Maria Antonieta de França, qual quê!

Aqui, a vossa Fatia Mor, que espera não ir para a guilhotina da ribalta, foi nomeada pelo melhor. Não. O maior. Não. O mais espectacular-ó-fantabulástico concurso de blogs do ano!!!

 

Surpreendidos? 

Também eu, confesso!

 

A iniciativa da Magda no seu blog StoneArt Portugal: Os Sapos do Ano já está em votações, após um período de nomeações que me parece que ia dando com a moçoila em doida! 

Eu não teria metade da paciência e da sua boa disposição para levar uma coisa destas a cabo. Mas já que foi um cabo dos trabalhos e que na categoria de maternidade, lá para o fim - também, quem é que me mandou colocar um nome de blog a começar pela letra "v" - apareço eu!

 

Votem. 

 

Não precisam votar em mim, mas votem, porque está bem giro e podem conhecer imensos blogs com qualidade. Alguns já conhecia, outros foram agradáveis surpresa descobri-los!

 

Mas pronto, votem, e já que votam também podem garantir-me um lugar honroso. Dispenso o rolls-royce do primeiro prémio, mas aceito a viagem às Caraíbas, já que até entro em aviões!!

 

E tendo em consideração que ali A das palavras anda à procura de um Eli Gold para lhe gerir a campanha, eu aposto em contratar a Olivia Pope and associates, para me tratarem da minha gestão da campanha (toma toma, que ao menos estes puseram os gajos na casa branca, pá!).

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre a FatiaMor

foto do autor

Fatias antigas

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Créditos

Imagens produzidas e fornecidas por Flaticon (https://www.flaticon.com/).