Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida às fatias

Gostava de escrever um texto inspirador que servisse de meta a este blog... mas não há! É consumir depressa antes que acabe!

08
Dez18

Pai Natal e os Oito Pássaros (8/25)

Fatia Mor

Malta com demasiado tempo livre tem ideias brilhantes e motivados por esta onda natalícia os pássaros estão a criar (mais) uma história em conjunto. Assim, todos os dias, até dia 25, iremos publicar uma breve continuação da história iniciada pela Just_Smile, que será depois continuada pelo pássaro seguinte. Se quiserem conhecer as fatias anteriores, deste enorme bolo natalício, só têm mesmo que ver seguir estes links:

1ª Parte

2ª Parte

3ª Parte

4ª Parte

5ª Parte

6ª Parte

7ª parte

 

E agora, vamos lá! 

 

Idalete Natal olhou em pânico para o marido.

No topo da árvore, envolto em panos, com uma faca nos dentes e um ar chorão de quem está prestes a fazer um milagre que vai acabar mal, estava Ele. -

Outra vez o puto! - diz o Pai Natal entre dentes.

- Ei! Eu ouvi isso. Eu oiço tudo.

- Sai daí menino Jesus! - grita-lhe Idalete - Vou dizer à tua mãe o que tu andas a aprontar. Olha que ainda esta semana tomei chá com ela!

- Podes dizer o que quiseres - desafia-a o menino - mas este ano não vão ficar com os louros todos.

E nisto, para espanto de todos, menino Jesus lança-se do topo da árvore em direcção ao Pai Natal que, estarrecido, vê a sua vida passar num flash à sua frente...

 

Just, back to you!

05
Dez18

Este blog fez quatro anos!

Fatia Mor

Gostaria de me ter lembrado, no tempo certo, que este cantinho fez anos.

Este canto de pequenos desabafos, de pérolas, de amor incontestável pelas palavras, que eu alimento há quatro anos. Houve alturas em que me esforcei para, todos os dias, publicar alguma coisa. Depois, como todas as paixões, esmoreceu. 

Não acho que tenha perdido a vontade de escrever. Pelo contrário. Está mais viva que nunca. Aliás, desde que me habituei a deixar-me sonhar, sinto-me inspirada a continuar a fazê-lo em vários domínios da minha vida. Mas o tempo ocupa-se com as pesadas pedras da vida quotidiana e nem sempre sobra o devido tempo, a devida atenção e dedicação, para me colocar em palavras.

Hoje, olhei ao calendário e apercebi-me que algures em Novembro, passámos a marca dos quatro anos e enchi-me de orgulho. Nem todos chegam lá, certamente; há quem tenha anos disto, é certo, mas há que não transponha os 6 meses, um ano, por vezes, até menos... Por isso, estamos de parabéns. Eu e todos aqueles que perdem uns minutos do seu dia a ler as maluquices (e coisas sérias) que aqui passam.

Parabéns a todos nós.

22
Nov18

Sapos no ano

Fatia Mor

Caríssimos batráquios e caríssimas batráquias

Senhoras e senhoras

Meninos e meninas

Bolos por inteiro ou às fatias,

 

Juntei-vos hoje, neste comício, para vos recordar de como é importante qualquer coisa que agora não me lembro. Mas queria aproveitar estes momentos, patrocinados pelo meu querido despertador - o Fatia#3 que insiste em acordar antes do despertador soar - para vos apelar ao voto.

Aqui a mamã (isto agora ficou estranho!) está nomeada na categoria família desta enooooormeeeeeee iniciativa que são os Sapos do Ano. Ora, a mamã (mais estranho!?) gosta de ganhar. Nem que seja um pacotinho de açúcar, que precisa sempre para fazer os seus bolos.

Aliás, promessa eleitoral (primeira a morrer na praia, garanto-vos porque eu só tenho 3 filhos e já me chegam) é que farei bolos para a batráquiosfera (eh lá.... vejam lá se alguém já tinha inventado isto, que eu vou já ali registar o nome). E os bolos serão grandes (não são) e serão bons (também tenho as minhas reservas). 

Portanto, não se deixem ficar na insalubridade do tempo que passa por nós e passem vocês pelo tempo (momento à lá Amílcar). Porque o tempo é o ar que oxida o nosso corpo! (tinha futuro, caneco! Oh rádio comercial botem os olhinhos aqui que eu não vivo sempre) E temos que garantir que fazemos qualquer coisa de útil com os dedos que a natureza/Deus/deuses/força cósmica/sorte (riscar o que não interessa) nos deu!

Amigos da fatia, uni-vos (mas não muito, porque pode ser difícil descolar-vos outra vez e depois dizem que fui eu a culpada). Votem aqui na Fatia. Ou então, votem noutro qualquer como eu fiz, mas votem. 

E se gostarem, passem a seguir os blogs que não conheciam mas que merecem, certamente, fazer parte das vossas vidas (ooohhh, momento fófinhe do dia).

 

Um beijinho a todos,

A FatiaMor

 

16
Nov18

Sapos do ano

Fatia Mor

Achei por bem deixar passar a loucura toda para lançar isto numa sexta-feira, 16. E porquê neste dia? Simplesmente porque ontem já não tive tempo para vir aqui agradecer, tão publicamente quanto um blog deixa, a nomeação para a categoria de Família.

Toda a gente sabe (vá meia dúzia de pessoas) que a Fatia é o modelo da mãe a seguir! Portanto, quando estiverem perdidos, liguem para a Fatia que eu digo-vos como não fazer. Depois, como fazer, descobrem por vocês que eu não sou vossa mãe, tá!?

Brincadeiras à parte, esta pequena-GRANDE brincadeira que os nossos amigos Magda e David se meteram tem-nos arrancado muitos suspiros e gargalhadas. É bom ver o nosso blog reconhecido pelos pares, mas ainda melhor é conhecer blogs que antes nem sabia que existiam. Por isso, convido-vos a votar e, principalmente, a conhecer cada um dos blogs que foram nomeados! Vale a pena. 

E agora, votem lá em mim que é para eu fazer a vivenda com o prémio!

11
Set18

Escreverem por nós

Fatia Mor

Sei que o tema é batido. Possivelmente, a maior parte de nós já recebeu propostas para publicar algo, referente a um produto ou serviço, proposto por uma agência de comunicação ou algo semelhante.

Não critico, minimamente, quem aceite. No fundo, são conteúdos para um blog que não se alimenta sozinho. Devo dizer, até, que tenho tido grande dificuldade em preencher as páginas em branco deste, portanto, entradas à borla até que nem me parece um mau negócio.

Mas, quando comecei este blog estava longe de imaginar que o mesmo pudesse ser um veículo comercial. Nunca foi essa a minha ideia. Nunca pensei em ganhar o que quer que fosse que as letras que aqui debito. Pode parecer uma santificação de discurso ao tipo "olhem para mim, tão íntegra" mas, neste caso, até nem é!

Nunca pensei. Se um dia me dissessem que podia ganhar o equivalente ao que aufiro agora, só a partir desta plataforma, digo-vos já que não hesitava um segundo. Se isso me comprasse mais tempo de qualidade com os meus, era num piscar de olhos! Mas esse tipo de ideia é apenas uma ilusão, como muitas outras. Tudo dá trabalho.

Ora, quando vejo estas acções predatórias, que se atiram a tudo o que tecla, fico um pouco desapontada. Suponho que a taxa de sucesso dos mesmos seja baixa (ou então, leio muito pouco para me aperceber da semelhança de conteúdos). Ainda assim, pergunto-me, quanto posts já li eu que não eram de autor? Qual a utilidade de o fazer?

Visibilidade, talvez. Tentar crescer no mundo dos blogs, eventualmente. Mas desvirtuar tudo aquilo que um blog representa, também. Ser blogger profissional implica, talvez, abdicar de algo que nós, os amadores ainda não temos que ceder: sermos nós mesmos (passo o pleonasmo).

Quantas vezes, depois de ler um post até giro, bem escrito, interessante, noto, em letras minoradas "post escrito em parceria com...". Sei que é outra liga, mas fica-me sempre a dúvida de quanto está ali do blogger, quanto está ali da agência. Talvez me importasse menos se anunciassem claramente que aquele tempo de antena é agora da responsabilidade da marca tal e talvez lesse à mesma o post, com o mesmo interesse em conhecer novos produtos e serviços.

Seja como for, aqui, garanto-vos. É tudo escrito por mim. E se algum dia, não for, serão os primeiros a saber!

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre a FatiaMor

foto do autor

Fatias antigas

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Créditos

Imagens produzidas e fornecidas por Flaticon (https://www.flaticon.com/).