Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vida às fatias

Gostava de escrever um texto inspirador que servisse de meta a este blog... mas não há! É consumir depressa antes que acabe!

Vida às fatias

Qui | 27.10.16

Não sei se já vos disse...

Fatia Mor

...mas adoro fotografia.

Das muitas coisas que não sei fazer mas que gostaria imenso de aprender, tirar fotografias com qualidade é uma dessas coisas. 

Não tenho aspirações a ser o próximo fotógrafo na berra. Não me parece que algum dia conseguisse fazer vida de uma arte. Normalmente é demasiado inconstante e eu sou pessoa de gostar de ter a minha segurança laboral e financeira (na medida dos possíveis nos dias que correm).

Mas atrai-me a capacidade de conseguirmos dar um novo olhar a algo velho. Um ângulo diferente. Um jogo de luzes. No fundo, é o que fazemos na vida para lidar com as demais situações. Dar-lhes a volta. Mudar-lhes o ângulo de visão. Inverter as cores.

Por isso, perco horas na internet a namorar objectivas para a minha câmara, tutoriais de toda a espécie e feitio, trabalhos de fotógrafos, etc. Não me canso de olhar para tudo e pensar no quanto me faz feliz explorar este lado mais criativo que há em mim e que tantas vezes é relegado para segundo plano pelas minhas inseguranças, pelo facto de ser mais racional que emocional, ou até por não ter disponibilidade para lhe dar campo à sua expressão.

Há anos que venho a adiar fazer um curso de fotografia e agora, certamente, continuará nesse impasse. Mas não deixo de sonhar com isso e de forma recorrente sinto que preciso de fazer algo que seja diferente de tudo o resto, que seja uma indulgência dos meus sonhos, dos meus caprichos.

Quem sabe um dia?

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.