Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vida às fatias

Gostava de escrever um texto inspirador que servisse de meta a este blog... mas não há! É consumir depressa antes que acabe!

02
Fev18

Então vamos lá arrumar isto

Fatia Mor

Depois do meu repto sobre a necessidade de arrumar este blog, recebi umas boas ideias! (Obrigada F.)

Tenho plena noção de que não tenho tempo para escrever todos os dias. Seria o ideal mas o tempo escasseia. E mesmo tendo a possibilidade de agendar as publicações, reconheço que nem sempre tenho vontade de dar ao dedo à noite, por exemplo.

Mas vou tentar dar lógica, tema, organização às ideias que por aqui passeiam, dando-lhes alguma identidade.

No passado já tentei criar algumas rubricas para os temas sobre os quais vou escrevendo; o resultado foi uma autêntica salganhada de ideias que nascem e morrem mais depressa que as plantas lá em casa. 

Por isso, vamos lá tentar estruturar as coisas.

 

#SomosTodosPaisÀBeiraDeUmAtaqueDeNervos 

Assim mesmo, tudo pegado, numa salganhada só! Somos isso mesmo. Seja porque os nossos filhos nos envergonham, nos tiram do sério, nos dão respostas inesperadas e capazes de levar um santo à loucura. Aqui irei dedicar as histórias mais loucas que me acontecem enquanto mãe ou a nós, enquanto família. 

#QuandoOBoloAzeda 

Ora bem, isto de ser mãe é muito giro mas também tem coisas muito chatas. Nem todos os dias são bons, cheios de açúcar, de amor, de boa vontade. Num mundo em que estamos subjugado à felicidade alheia por meio das redes sociais, que montam uma perspectiva virtualmente impossível de realizar, é preciso falar de tudo o que corre mal, do que é menos bom, dos nossos medos e dos nossos anseio.

#Pérolas

Há coisas que os meus filhos fazem e/ou dizem que são autênticas pérolas de sabedoria. E que merecem ver a luz do dia. É serviço público. E eu faço isso por vocês! 

#Foto'Aventura

(esta é à descarada F., mas obrigada pela ideia) 

Aqui vão ficar todos os avanços, retrocessos, vontades, desta paixão pela fotografia e pelo sonho de construir algo dentro desta área. 

#FatiasMundanas

Porque eu também tenho qualquer coisa (de mais ou menos) jeito para dizer sobre o mundo, sobre a actualidade, ou sobre nada em particular e sobre tudo em geral. 

#IngredientesDaFatiaMor

Quem sou eu? Do que sou feita? Que medos alimento? Que demónios domestico? De onde me vem a fé? As crenças? As loucuras e as inconsistências humanas que habitam em mim. A catarse em forma escrita, na sua essência. 

#AoDomingoDescansou

E se até Deus descansou, eu também tenho direito, certo? Contem com silêncio ao domingo! E novidades à segunda. 

 

E agora, é deitar mãos ao trabalho, que é como quem diz ao teclado, e fazer uma das coisas que mais prazer me dá. Escrever.

 

 

 

14 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre a FatiaMor

foto do autor

Fatias antigas

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Créditos

Imagens produzidas e fornecidas por Flaticon (https://www.flaticon.com/).