Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vida às fatias

Gostava de escrever um texto inspirador que servisse de meta a este blog... mas não há! É consumir depressa antes que acabe!

22
Mai18

E a moda?

Fatia Mor

O curso de fotografia continua, veloz, em direcção aos últimos módulos.

Apesar de este ano estar a ser super exigente, já que não é fácil tentar coordenar tudo, confesso que é um dos anos em que me sinto mais completa. Poder colocar uma paixão em movimento faz-nos bem, à alma e ao corpo.

O último módulo foi de fotografia de moda. 

Ora, não sei se já se aperceberam mas eu não sou uma miúda de moda. Não tenho olho para a moda, não vejo revistas de moda, não sigo as últimas tendências e, de todos os módulos fotográficos que o curso comporta, este sempre foi o que menos me impressionou.

Com base neste enquadramento, a primeira aula serviu para me pôr a hiperventilar!

Uma sessão de beauty, uma sessão de tendências, uma sessão de editorial de moda e uma sessão para capa de revista de moda.

Tudo muito rápido, tudo muito certo, tudo muito no lodo. Vá de pensar em visão, construir mood boards, em coordenados de roupa, em repérage de espaços onde conduzir o editorial, acessórios, maquilhagem, cabelos, esquemas de luzes e sei lá mais o quê!

Atirei-me à coisa a medo.

Ao fim do dia tirava uns minutos para olhar para fotografias de moda, para capas de revista. Toca de tentar perceber o tipo de luz que era usada (apesar de o formador ter escolhido a iluminação e ainda bem), o tipo de enquadramento, as poses (sim, porque tínhamos que dirigir os modelos... sim, modelos!!!), o que queriam transmitir.

Comecei, lentamente (se é que isso é possível num trio de semanas), a olhar para a moda com outros olhos. 

Sábado passado foi a última sessão. Editorial de moda em exterior. Look de praia (ou não estivéssemos no Algarve), vento a monte, quase a fazer vela com os reflectores, a procurar a melhor forma de transformar uma foto banal num portento de moda.

Tenho a dizer-vos que adorei. Feitas as contas, mais uma vez, a vida ensinou-me que devemos manter a mente aberta a novas ideias, a novas perspectivas. 

Obviamente que o tempo que tivémos só deu mesmo para termos uma pequena amostra do que é a fotografia de moda e não tenho pretensões de vir a trabalhar nesta área. Mas que ficou o bichinho, até que ficou!

5 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre a FatiaMor

foto do autor

Fatias antigas

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Créditos

Imagens produzidas e fornecidas por Flaticon (https://www.flaticon.com/).