Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vida às fatias

Gostava de escrever um texto inspirador que servisse de meta a este blog... mas não há! É consumir depressa antes que acabe!

Vida às fatias

Qua | 29.06.16

Do estado geral da humanidade

Fatia Mor

Por onde me viro só consigo ver o pior da humanidade. A brutalidade, a doença, o terror, espelhados em actos nada humanos. 

Tento manter-me optimista face ao cenário negro. Face às imperfeições humanas. Digo e repito, a mim mesmo, que o passado foi muito mais bárbaro do que a actualidade. Mas isso só me faz crer que deveríamos ser capazes de combater, em cada um de nós, este orgulho, esta cupidez, este egoísmo, esta ganância... Será que, todos juntos seremos capazes de transformar este mundo num planeta melhor? 

Tenho dias em que temo pelo futuro, por aquilo que ainda vamos passar e por tudo que ainda vamos perder para podermos, um dia, olhar para trás e dizer que estes tristes e angustiados anos são apenas memórias fulgrais do que o ser humano, um dia, foi capaz de fazer ao seu semelhante.

Hoje, as minhas preces, estão com a Turquia... Mas amanhã, quem sabe, se não estarão aqui connosco...

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.