Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vida às fatias

Gostava de escrever um texto inspirador que servisse de meta a este blog... mas não há! É consumir depressa antes que acabe!

28
Jul16

Coisas que eu não gosto na gravidez

Fatia Mor

Já sei que pareço um disco riscado. Profundamente!! Mas eu divirto-me a ver o lado menos bonito de um estado considerado pela generalidade das pessoas como sendo algo lindo, maravilhoso, um chão de bençãos e já agora um céu estrelado de alegrias.

Balelas... Ora bem... Vamos lá destilar algum do ódio...

 

Coisas que eu não gosto na gravidez!

 

1. Que constatem o óbvio e o menos óbvio. 

"Estás barriguda!". "Estás mais gordinha!". 

A sério? O pessoal que diz coisas destas devia ganhar o prémio Nobel do evidente e do óbvio. Não há mais nada para dizer a uma grávida?

 

2. Não verem a grávida.

Isto parece um contra-senso até porque, ao avaliar pelo ponto 1, diríamos que as pessoas reparam em nós. Excepto nas filas do supermercado, especificamente nas caixas prioritárias. Ou nos serviços públicos. Ou noutros quaisquer sítios onde possamos ter algum tipo de prioridade para não secarmos horas a fio em pé!

 

3. O relaxamento dos músculos.

Minhas amigas e meus amigos: ninguém vos fala disto... Mas durante a gravidez há um relaxamento muscular que torna complicado, por vezes, segurar coisas que antes ficavam presas sem dificuldade. Por isso digo-vos, preparem-se para passar algumas vergonhas, especialmente quando após comer algumas coisas que fermentam, nos baixamos, dobramos ou ficamos em posições pouco confortáveis. Eles escapam-se... Sozinhos!!! À rebeldia!!! 

 

4. Não ver a agilidade.

Conhecem aquela piada da senhora que vai na carroça, cai de pernas escancaradas, se põe em pé num ápice e diz para o condutor da dita "Viste a minha agilidade Manuel?"... Ao que ouve de resposta "Já lhe ouvi chamarem muitas coisas, mas agilidade é a primeira vez!". 

Pronto, é a essa agilidade a que me refiro. 

Não a vejo há uns tempos. Sei que anda por lá. Sei que deve estar diferente. Sei isso tudo, mas não a vejo. E eu gosto de saber de todas as partes do meu corpo... Desculpem lá, mas eu sou assim!

 

5. Calçar sapatos com atacadores.

Ou seja, dobrar-me. Esqueçam lá isso. Leiam o ponto 3 novamente.

E agora imaginem isso, convosco em cima de uma bola de pilates, a tentarem chegar aos pés... É mais ou menos essa a sensação.

 

6. Histórias de partos pavorosas.

E quem diz histórias de parto pavorosas, diz também histórias sobre o problema que é ter outro bebé em casa, as coisas horríveis que o filho do meio fez, ou o feitio terrível do terceiro... Poupem-me!!!

Partos já passei por dois, não preciso de saber mais nada. E se quiser saber, eu pergunto. Se foi mau, não contem. Para aqui, só histórias que levantem a moral ou que mantenham a ilusão nos píncaros, ok? É que para lidar com a realidade, quando ela chegar, já cá estamos nós... Não precisamos das minhoquices todas da malta, pode ser?

 

7. Estimações sobre o tamanho da barriga.

"Está muito para cima". "Está muito grande". "Só está assim? Estás de quanto tempo?" "As outras eram maiores, não eram?"

Malta... As barrigas são como as opiniões, cada um tem a sua... Não precisa de opinar sobre as dos outros, pode ser? 

E aviso já... As minhas barrigas anteriores foram normais, nunca descaíram e eu pari as miúdas na mesma, ok? E uma até teve pressa, portanto, não vale a pena tentar adivinhar.

 

8. Fotografias de grávidas.

Minhas ou das outras. Desculpem-me os adeptos fervorosos de registar uma foto por mês. E de sessões maravilhosas em torno de um umbigo saído. Com roupa interior a condizer. Não me peçam para tirar fotos comigo agora, a não ser que sejam piadas bem montadas. Tenho a certeza que vou conseguir convencer os meus filhos que fui eu que os pari, através da certidão do hospital. E se duvidarem muito, porque não há fotos, acho que passo a dizer que foram todas adoptados!

 

12 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre a FatiaMor

foto do autor

Fatias antigas

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Créditos

Imagens produzidas e fornecidas por Flaticon (https://www.flaticon.com/).