Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vida às fatias

Gostava de escrever um texto inspirador que servisse de meta a este blog... mas não há! É consumir depressa antes que acabe!

Vida às fatias

Qua | 13.12.17

Azar!

Fatia Mor

Há uma luta matinal. Aliás, há várias, mas esta é a que me tem consumido interiormente e dado cabelos brancos (viva as tintas). 

 

Vestir. 


Imagino que seja um flagelo de casa-de-banho, passado por essas casas fora, nestas idades, e nós não somos excepção. Infelizmente.

 

Depois de alguma evangelização sobre quanto-frio-está e precisas-de-agasalho e esta-sweatshirt-foi-escolhida-pelo-agrupamento-da-tua-escola e mimimimi e mamama, finalmente consigo enfiar-lhe a sweat cardada corpo abaixo.

 

- Vá, vamos lá vestir as meias.

- Não quero!

- Oh Fatia#1 tem que ser. Querem ver que vou ter que me chatear a sério?

- Azar!

 

Como!? AZAR?!?! Mas a adolescência começou aos 5 anos e ninguém me avisou? Mas, mas, mas... Mas ela respondeu-me mesmo azar? 

(devo ter ficado vermelha)

 

- Oh mãe, não te irrites logo de manhã. Azar para mim, que fico com os pés frios.