Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vida às fatias

Gostava de escrever um texto inspirador que servisse de meta a este blog... mas não há! É consumir depressa antes que acabe!

Vida às fatias

Qua | 14.12.16

Aquece o coração

Fatia Mor

As relações entre irmãos são sempre recheadas de surpresas.

Nestas idades, então, resta-nos o consolo de saber que as desavenças duram, normalmente, um piscar de olhos. Por outro lado, a calmaria e a harmonia também têm prazo de validade, normalmente apertado.

Diria até, que a capacidade de as Fatias brincarem de forma harmoniosa é menos durável que maionese, esquecida em cima de um balcão em pleno mês de Julho - azeda depressa!

Ainda assim, há momentos em que vemos, de forma autêntica, os sentimentos que nutrem uma pela outra.

 

Ontem, ao chegar a casa, foi de enternecer o coração, ver a Fatia#2 a correr para a Fatia#1 quando esta chegou da escola. Atirou-se para os braços da irmã, num abraço demorado, e depois puxou-a para irem brincar.

 

Nestes momentos, as irritações, o cansaço das birras, dos comportamentos desafiantes, das regras que precisam de ser constantemente definidas, apagam-se! É neste momento em que percebemos que tudo o que fazemos - desde os sacrifícios às lutas constantes - valem tanto a pena!

 

Tenho duas Fatias que se adoram (e que adoram o mano também) e isso deixa-me de alma cheia!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.