Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vida às fatias

Gostava de escrever um texto inspirador que servisse de meta a este blog... mas não há! É consumir depressa antes que acabe!

Vida às fatias

Ter | 17.09.19

3 anos

Fatia Mor

Continuas a fugir para a nossa cama a meio da noite, passando pelo corredor às escuras, com passos decididos. A diferença é que agora dizes, languidamente, que queres dumir c'os papás. Nós? Alargamos o espaço que nos une para te encaixar, mais um bocadinho, cada noite. 

Continuas a pedir o teu leite, antes de ires dormir, com a exigência de escaldar nas nossas mãos. Tá bom, segredas entre golfadas que enfias pela garganta, como se fosse o último consolo do mundo. E entre dentes, pedes-me que te cante os patinhos ou outra música qualquer. Segues-me com o riso no olhar, já com a promessa do sono que te embala e te faz cerrar as pálpebras cada vez mais, a cada piscar de olhos.

Continuas a dizer que me amas. Como é bom ouvir o teu amor pelas tuas palavras, pelos teus gestos infindáveis de dedicação, única. Empurras todos do meu colo (e por seres o maninho, elas deixam), para seres só meu num abraço sem fim. E nesse instante somos só tu e eu, como outrora te sentia, só tu e eu nesse amor especial. Mas sabes que há mais por onde amar. E por isso, continuas a ir dar um beijo e um abraço a cada uma das tuas maninhas, antes de ires dormir.

É por elas que perguntas todos os dias, quando já não as vês por casa. É com elas que também queres ir à escola. Ou pintar as unhas. Ou levar os teus carrinhos numa das suas malas (mesmo debaixo do braço, por mais que elas te expliquem que aquilo tem uma asa para colocar ao ombro).

Dedicas-lhes o mesmo amor indelével que tens por mim, ou pelo teu pai, pelo avô ou pelas avós. És um amor de menino, com tudo o que há de bom (e de mau feitio) neste mundo.

São três anos, meu filho. Mas para mim, existes desde que esta família se criou e tudo faz mais sentido contigo cá.

 

(publicado às 09h40, hora do teu nascimento)

11 comentários

Comentar post