Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida às fatias

Gostava de escrever um texto inspirador que servisse de meta a este blog... mas não há! É consumir depressa antes que acabe!

25
Out17

Fobia

Fatia Mor

Sei bem quando começou.

E há uns anos me mantém em terra firme. Já falei sobre isso aqui no blog, anteriormente.

 

Daqui a precisamente uma semana vou ganhar asas.

 

Estou a tentar manter-me calma, até porque associada a este passo, há um conjunto maior de ansiedades.

Mas este passo, que levará aos outros, está a deixar-me louca.

 

Para já, a seborreia voltou, na forma de pequenas feridas na orla do couro cabeludo.

O sistema digestivo está a acusar os problemas todos normais: dores de estômago, cólicas.

O pensamento que me alivia é, claramente, "não vou".

 

Mas tenho que ir. 

Primeiro, por mim. Porque preciso de ultrapassar este medo irracional que me congela. 
Depois, por eles.

Pelo meu marido que ainda não colocou de parte a ideia de viajarmos os dois, ou em família, para algum destino.

Para ensinar aos meus filhos que precisamos de sair da nossa zona de conforto para crescermos.

E, principalmente, para lhes mostrar que temos que enfrentar os nossos demónios pessoais, seja qual for a forma que eles tenham ou da maneira que se apresentem ao mundo.

 

Não quero desistir. E sei que ainda vou derramar muitas lágrimas nestes dias vindouros, por esta ou por aquela razão.

Mas queria poder adormecer em casa e acordar no destino, magicamente. 

 

Preciso de manter a fé em Deus, a fé na lata com asas, a fé no piloto e, finalmente, a fé em mim. E até tenho, muita fé em tudo. Só em mim... é que está difícil de encontrar!

29
Set17

Memórias

Fatia Mor

Dou por mim, inúmeras vezes, a olhar para os lugares que fizeram parte da minha infância e adolescência com a sensação de que nunca pertenci ali.

Olho e vejo, quase em dupla visão, o que era e o que sou, assistindo a uma discrepância absurda que me faz questionar como cheguei aqui!

Mas vezes há em que sou confrontada com o passado na forma de pessoas e não de lugares.

O estranho diferencial apaga-se e dou por mim a corresponder à memória que ambos temos. Momentaneamente, parece que perco todas as conquistas e a insegurança de outros tempos chega-me, castigando a minha segurança e o meu valor conquistado.

Não sei se é algo visível ou se apenas é uma percepção minha.

Gosto de quem fui, mas gosto mais de quem me tornei e arrelia-me que a sombra do passado volte e, principalmente, que me incomode.

Logo a seguir, volto a ser quem sou. Volto a ser quem conquistei e que me é natural. Imagino que quem parte pense "está miúda não mudou nada". Mas a verdade é que mudei e só a visão do passado é que não permite que todos vejam em quem me tornei. 

06
Set17

Fim das férias

Fatia Mor

Férias. A doce formulação dessa palavra fica agora relegada para o próximo ano. 

 

Houve uma paragem forçada por estas bandas que serviu para ver que passo bem sem este canto. A vida continua a existir para lá destas linhas e é bom sentir isso na pele, mesmo que eu permaneça da cor do fundo desta página.

Foram dias de família, dedicada aos meus pequenos, foram viagens, alegrias e cansaço. Muito cansaço. 

 

A promessa de que um dia todos estes processos serão mais simples, dá-me alento! Para já, dá-me apenas dores nas costas! 

Agora, é um recomeço. Para mim, é nesta altura que se fazem os balanços do que fazer de novo. Sinto que, desde pequena, transito entre anos lectivos e não entre anos civis, e a profissão não me permite abandonar essa sensação. 

 

Portanto, hoje é dia de:

1. organizar a caixa de email e prometer a mim mesma que não volta a ficar com mais 100 emails por arquivar.

2. fazer uma lista de "to do" e colocá-la em cima da secretária para me orientar para o resto da semana.

3. preparar os objectivos para este ano profissional.

4. enviar para o arquivo todas as caixas que enchi ao longo do ano passado.

5. tomar 35467 cafés com todos os colegas com que me cruzo e repetir mil vezes as mesmas questões e as mesmas respostas.

 

E só de escrever isto tudo, fiquei cansada.

Ainda bem que amanhã, por cá, é feriado!

 

Feliz ano novo a todos.

 

 

20
Jul17

Férias, precisam-se

Fatia Mor

O sono ora é pesado e adormeço num ápice, ora me custa imenso a adormecer e acordo com qualquer som que me rodeia.

Independentemente do número de horas de sono conseguidas, as olheiras teimam em não desaparecer.

Demoro o dobro do tempo a fazer tarefas comuns do meu trabalho. E a vontade de as fazer voou para uma terra longínqua e não sabe como voltar de lá!

Chego a ficar parada, mais de 5 minutos, a olha para o vazio e a ponderar o que tenho para fazer. A memória está pelas últimas!

Parece que tenho um cansaço crónico, que se estende das unhas dos pés à ponta dos cabelos!

Preciso de férias. Muitas férias. E de dormir, 8 horas sem interrupções. E acordar por mim, sem despertadores tecnológicos ou humanos.

 

Quem está comigo?

 

27
Jun17

Interrogações minhas

Fatia Mor

Pessoas, informem-me.

 

Como é que aquela malta, que vemos nas revistas e nas televisões, andam sempre com um apresentável?

 

Se visto uma blusa de um material mais fino e nobre, não há vinco que não me chegue.

Se coloco maquilhagem, não há espirro que não me assista.

Se ponho um salto alto, não há dores de pé que não me encontrem, nem pedra pontiaguda na calçada que eu não pise e ainda buraco onde não enfie o salto.

 

Ser crescido e bem apresentado dá um trabalho que nem vos conto!

 

 

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre a FatiaMor

foto do autor

Fatias antigas

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Créditos

Imagens produzidas e fornecidas por Flaticon (http://www.flaticon.com/).