Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vida às fatias

Gostava de escrever um texto inspirador que servisse de meta a este blog... mas não há! É consumir depressa antes que acabe!

16
Nov14

Fim-de-semana em grande

Fatia Mor

Este fim-de-semana é um dos que merece a menção honrosa de "finalmente"! 

Sábado de manhã fomos ver a chegada do Pai Natal como prometido à nossa Fatia#1. Munimo-nos de tudo e mais uma dose de paciência para a enchente de famílias com crianças em histeria e lá fomos nós, para a confusão de filas, poucos lugares de estacionamento e muita excitação.

Este deve ser o primeiro Natal que a Fatia#1 vai vibrar e perceber realmente do que se trata: um período consumista em que honramos minimamente os valores familiares. Não faz mal, eu não me importo, se tiver muita magia e se lá pelo meio lhe conseguirmos explicar que há dois indivíduos que rivalizam numa entrega de prendas em 24h pelo mundo inteiro - o menino Jesus e o Pai Natal -  mas que não faz mal, no fim quem ganha são as criancinhas, as lojas e os ecopontos, pela quantidade de papel (nos seus múltiplos sentidos) gasto!

Confesso que há uma emoção que me preenche quando vejo o Natal representado nos ornamentos, nas cores, nas músicas. Por momentos, volto a sentir-me criança novamente e isso traz-me a tão amada saudade. Relembro-me de tudo o que já mudou, dos que já partiram, e há sempre qualquer coisa em mim que se teletransporta para o cheiro, sabores e abraços de outros tempos. 

A Fatia#1 gostou de ver o Pai Natal, mas acho que estava um bocado assustada com a confusão instalada. De qualquer modo, o sr. de barbas brancas é agora "dela". Apoderou-se da coisa e quer Natal aqui e agora e já, de preferência!

Com tanta agitação conseguiu encher-se de febre... à séria! Acordou à tarde, pronta para não sair mais de casa... Isso estragou-nos os planos sociais da tarde, mas não inviabilizou os da noite!

Nada como receber família em casa, lembrando-nos como é bom ter família: o refilanço, o gozo, a partilha de momentos parvos e humilhantes! ADORO! 

Domingo, novamente, muita família, muito mimo, muito colo! É tão bom ter a casa cheia... Mas finalmente chegou ao fim... Esta Fatia Mor chegou ao seu limite e é tempo de me sentar no sofá e deixar-me dormir... Até a Fatia#2 acordar para mamar!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre a FatiaMor

foto do autor

Fatias antigas

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Créditos

Imagens produzidas e fornecidas por Flaticon (http://www.flaticon.com/).